Contrapartidas de Girabolhos

Hoje, numa reunião preparatória entre a Vice-Presidente de Câmara, vereadores e técnicos da e ao serviço da Autarquia de Nelas, para dirimir dúvidas e fazer sugestões para a execução das contrapartidas pela não construção da Barragem de Girabolhos voltei a frisar que considero inaceitável que Canas de Senhorim e Vilar Seco fiquem excluídas (por mais pequenas que sejam as obras) destes 1.5 milhões de € de contrapartidas.

Independentemente de tudo o resto, considero que este “orçamento extra” deve ser repartido por todas as freguesias sendo que a de Senhorim deverá ter a “parte de leão”, dado que era onde a Barragem seria construida.

Nesse sentido repeti algumas sugestões para que essa exclusão não se verifique, propostas totalmente exequíveis, se excluirmos obras nas Zonas Industriais igualmente candidatadas a fundos comunitários e portanto duplamente financiadas.

Foram igualmente feitas sugestões para melhorar o traçado da estrada Póvoa dos Luzianes — São João do Monte, com a criação de uma entrada alternativa nesta última povoação e da estrada que liga Caldas da Felgueira à EN231. Igualmente foram sugeridas passagens hidráulicas de maiores dimensões para impedir situações como as verificadas este ano nesta última via e para impedir o que recorrentemente se passa na EN231–2, junto à Rua da Soma em Santar.

Na imagem está uma listagem do que se pretende fazer sendo que sugeri, uma vez mais, a retirada (pelas razões já elencadas) das referentes às ZI.
Fomos informados pelo Eng. avençado que está a tratar deste processo que era perfeitamente possível retirar e incluir obras no caderno de encargos anexo ao Protocolo com a Endesa/Hidromondego. E eu que ia jurar que ouvi e li acusarem-me (e a outros vereadores) que tinhamos inviabilizado um investimento de 1,5M€ por termos chumbado a proposta inicial apresentada por que havia urgência inadiável em faze-lo. :)

Posted in , , . Bookmark the permalink. RSS feed for this post.

One Response to Contrapartidas de Girabolhos

  1. Não se espere da maioria dos políticos locais que vivam uma concessão serena de sua acção. É verdade que a concelho de Nelas vive (não, não é uma referencia ao slogan) outros tempos, os tumultos dos combates por cisões, que se alimentavam de bairrismos esmoreceram à superfície, mais do que corrigir injustiças e assimetrias, esta luta teve o efeito de multiplicar os caciques. Mas, na verdade mesmo nesta época não “revolucionária”, logo, menos favorecedora ao crescimento das paixões, continuamos a viver a predominância dos sentimentos sobre os argumentos.

    O poder é um acessório essencial para o político. A relação existente entre os sujeitos da política local tem sido sempre o paradigma da luta entre o que impõe a sua própria vontade e os que se submetem. Este nível de relação é assegurada pela posse dos meios que permitam alcançar uma vantagem sobre os outros. Não há neste palco uma real harmonização do interesse comum e do futuro.

    Existem no Concelho duas Freguesia onde residem metade da população, tal cenário talvez se deva a uma combinação de factores históricos, mas também económicos, como a maior oferta comercial, industrial e serviços e da concentração de equipamentos de utilização colectiva. Um dos factores de correcção desta situação deveria assentar na melhoria das acessibilidades para as Freguesias mais pequenas, através do encaminhamento da maior parte das contrapartidas de Girabolhos. Mérito seja dado à posição do Sr. Vereador, que tem defendido estoicamente uma proposta neste sentido.

    Mete nojo, esta hipocrisia que instrumentaliza uma ideia de união do Concelho com a promessa de igualdade de tratamento, mas que apenas continua a distinguir entre apoiantes do poder instalado, e os outros. Esta farsa fomenta o sentimento de se odiarem uns aos outros, que é a essência do nepotismo vigente. Numa leitura simplista da acção deste Presidente, as Freguesias “menores”, não são tão valiosas no apuramento dos resultados eleitorais e os não apoiantes valem menos votos do que os que apoiam.

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Procura

Swedish Greys - a WordPress theme from Nordic Themepark. Converted by LiteThemes.com.